25 fevereiro 2009

Depois da(s) festa(s)

A cerimónia dos Óscares foi sem dúvida bastante diferente com algumas inovações bem vindas, não obstante algumas falhas de percurso. Mas quem não arrisca...

O melhor

o homem da noite

Hugh Jackman, um autêntico Mr. Showbiz que imprimiu um muito necessitado sentido de espectáculo à cerimónia.

A melhor ideia

Chamar 5 representantes de cada categoria de actuação para apresentarem os nomeados foi uma opção brilhante. Encheu a sala de autêntico star power e adicionou alguma carga emotiva à cerimónia.

Os discursos comoventes

A cerimónia foi dominada por Slumdog Millionaire mas os melhores discursos foram sem dúvida os de Sean Penn e Dustin Lance Black, o argumentista de Milk.

Melhor improviso
O pedido de Kate Winslet para os pais assobiarem para que ela os pudesse localizar.

Melhor apresentação
Tina Fey e Steve Martin a gozarem com a cientologia.

A Índia em Hollywood

Os prémios arrecadados por Slumdog Millionaire são uma indirecta e justa homenagem a Bollywood, mesmo que para mim não fosse o melhor filme.

O pior

O número musical dirigido por Baz Luhrmann

Eu queria gostar. A sério. Sou fã do realizador e de Hugh Jackman mas o resultado foi um medley constrangedor e sem garra.

In Memoriam
O foco devia ser em quem morreu no ano passado e não em Queen Latifah a cantar uma música que cheirava a mofo. Não teria sido melhor só passarem o vídeo como aparece abaixo?



Momento Tablóide
Os cortes para Angelina Jolie quando Jennifer Aniston estava a apresentar em palco.

Reciclagem
As presenças repetidas de Beyoncé e Spielberg. Mas será que não há mais ninguém naquela terra??!

0 bitaite(s):

Enviar um comentário