05 maio 2008

Exposé turistico



"o que não posso plagiar, posso sempre inventar"

Este é o mantra de Thomas Kohnstamm um (ex) escritor freelancer de guias de viagem que trabalhou durante vários anos para a Lonely Planet. Num livro agora editado ("Do Travel Writers Go To Hell?") o autor admite ter inventado informações, escrito guias sobre países que nunca visitou e servir-se de favores para escrever críticas positivas. A culpa é atirada para cima da editora que diz pagar valores ridículos que muitas vezes nem sequer davam para a viagem de ida e volta. Claro que a falta de ética e os potênciais perigos em que os leitores desses guias se poderiam ver envolvidos devido a confiarem em informação aparentemente fiável não são sequer tidos em conta. Afinal a seriedade de qualquer negócio é sempre posta à prova quando as questões monetárias estão em cheque. E respondendo à questão do título do livro: provavelmente sim, mas vão ter muita companhia... :)

0 bitaite(s):

Enviar um comentário