22 fevereiro 2008

Previsões do Farpas...



...para os Óscares no domingo:

Melhor Filme
Devia ganhar: Expiação. É o meu filme do ano. Reinventa o género do clássico filme britânico e contém algumas das melhores performances do ano.
Vai ganhar: Este País Não é Para Velhos. Não é dos meus preferidos dos Coen, mas está na altura de terem algum reconhecimento. E não há dúvidas de que o embalo é todo deles.

Melhor Realizador
Devia ganhar: Os manos.
Vai ganhar: Os manos.

Melhor Actor Principal
Devia ganhar: George Clooney ou Tommy Lee Jones. Das cinco são as que mais me impressionaram, embora nenhuma seja para mim "a tal".
Vai ganhar: Daniel Day-Lewis. A técnica interpretativa é perfeita, mas para mim falta a emoção.

Melhor Actriz Principal
Devia ganhar: Marion Cotillard. Ela não personifica Piaf. Ela é Piaf. Mas o filme é francês e só Sophia Loren até hoje conseguiu o feito de ganhar num filme em língua estrangeira.
Vai ganhar: Julie Christie. Sem dúvida uma excelente actuação como uma vítima de Alzheimer. E Hollywood sempre gostou do regresso dos filhos pródigos.

Melhor Actor Secundário
Devia ganhar: Hal Holbrook. Não sou muito apologista de prémos sentimentais. Mas não há dúvidas de que a academia já deve um Oscar (e uma nomeação!) a Holbrook há muitos anos.
Vai ganhar: Javier Bardem. Um dos assassinos mais tenebrosos que já passaram pelo grande ecrã.

Melhor Actriz Secundária
Devia ganhar: Amy Ryan. Para mim a melhor performance secundária do ano. Uma actriz de teatro que consegue transmitir no grande ecrã toda a ambivalência de uma personagem que todos adoraríamos odiar, mas que no fim, e graças ao seu talento, não conseguimos.
Vai ganhar: Tilda Swinton. Está perfeita num papel que não tinha muito para oferecer.

Melhor Filme Animado
Devia ganhar: Ratatui. Persepolis merecia pela primeira parte, mas não como um todo.
Vai ganhar: Ratatui.

Melhor Argumento original
Devia ganhar: Juno. Diálogos cheios de frases que são um autêntico festim para os actores declamarem. Este vai ser mesmo o ano de diablo :)
Vai ganhar: Juno.

Melhor Argumento Adaptado
Devia ganhar: O Escafandro e a Borboleta. O curto livro em que se baseia é apenas uma pequena fonte de inspiração. O resto veio da cabeça do argumentista que fez um belíssimo trabalho.
Vai ganhar: Mais um para os manos.

0 bitaite(s):

Enviar um comentário