02 novembro 2007

Curiosidades sobre o espaço



Num ambiente sem peso, os fluidos sobem, causando congestão nasal e inchaço facial; os ossos perdem cálcio, formando pedras renais; e os músculos atrofiam afectando os intestinos e encolhendo o coração. Mas pelo menos cresce-se, ficando-se em média com mais 5 cms de altura.

As crias de ratos enviados para o espaço a meio da gravidez acabam por ter sérios problemas de equilíbrio toda a vida.

Se subitamente se for exposto ao vácuo do espaço não é aconselhável segurar o fôlego: A descompressão súbita causaria a ruptura dos pulmões. Mas ao contrário do que Hollywood quer fazer crer, não se explode. A falta de oxigénio no sangue seria a causa da morte, e levaria cerca de 2 minutos.

Os astronautas que ressonam em terra não o fazem no espaço. Mas também dormem pior devido aos 16 nasceres-do-sol a que assistem por dia.

Os astronautas actuais podem condimentar a comida com sal e pimenta...em forma líquida. De outra forma, os grãos espalhar-se-iam pela nave entrando pelos narizes e danificando o sistema de ventilação.

A NASA tentou integrar um sistema de WC nos fatos espaciais mas acabou por desistir e distribuir as menos tecnológicas, mas mais práticas e comuns, fraldas.

Os astronautas têm extrema dificuldade em movimentar braços e pernas logo após a aterragem na Terra, uma das razões porque chamam a esse momento "o segundo nascimento".

Mas para alguns astronautas o reajuste mais complicado depois de voltarem é quando largam objectos e estes...caem.

Dezoito pessoas morreram até hoje em missões espaciais, mas nunca no espaço - sempre na subida ou na descida.

0 bitaite(s):

Enviar um comentário