06 dezembro 2006

Querida obsessão

Durante 20 anos, o norte-americano Robert Shields manteve um registo escrito de absolutamente tudo o que acontecia na sua vida. Todos os dias, Shields sentava-se no seu escritório em casa, ligava o rádio e escrevia as entradas do seu diário durante pelo menos quatro horas. Com cerca de 35 milhões de palavras, acredita-se que seja o mais longo e detalhado diário do mundo.

Shields manteve este registo entre 1972 e 1996, altura em que sofreu uma trombose. Abaixo encontra-se uma das páginas do seu diário, documentando tudo o que fazia com intervalos de 5 minutos!


(clicar na imagem para ampliar)

0 bitaite(s):

Enviar um comentário