24 novembro 2006

New Bond, James Bond


Barman: Shaken or stirred?
James Bond: Do I look like I give a damn?
Sacudiram o capote e o mofo saiu. É assim que se pode definir Casino Royale o mais recente filme de 007. Quando tudo apontava para um falhanço de enormes proporções recebemos como prenda um dos melhores filmes de sempre da saga do agente secreto.

Aplausos
O novo Bond. Criticado como bronco, feio e inexpressivo, Daniel Craig demonstra no filme que é precisamente o oposto. Sem medo de se expor, humaniza a personagem.

o genérico lindíssimo e sem recurso a moças meramente decorativas.

A perseguição inicial. Fabulosa.

Bond, James Bond. A apresentação mais famosa do cinema aparece no lugar certo. E nem um segundo antes.

A vida pessoal de M. Pequenos toques que humanizam as personagens e que nos permitem saber um pouco mais sobre a verdadeira mulher na vida de Bond.

A frase mais dura jamais dita por James Bond aparece neste filme. Simples e contundente, esconde por detrás um turbilhão de emoções. Não digo qual é porque revela uma das surpresas da película. Mas quem já viu o filme sabe certeza ao que me refiro.

Vaias
Demasiados vilões que tornam a história confusa.

O final arrastado. Se cortassem 20 minutos o filme só teria a ganhar.

0 bitaite(s):

Enviar um comentário